Análises Microbiológicas Água de Consumo – Ramada Investimentos e Indústria, S.A.

A equipa da SINAMBI, foi responsável pelas análises microbiológicas efetuadas a água de consumo na Ramada Investimentos e Indústria, S.A.

Decreto-Lei n.º 306/2007, de 27 de agosto, alterado pelo Decreto-Lei n.º 152/2017, de 7 de dezembro é o diploma legal que regulamenta a qualidade da água para consumo humano, definindo a frequência de amostragem e de análise a cumprir nas torneiras dos consumidores.

Ao longo de cada ano civil realizamos análises de amostras de águas de consumo de acordo com os três tipos de controlo previstos no Decreto-Lei n.º 306/2007, de 27 de agosto, alterado pelo Decreto-Lei n.º 152/2017, de 7 de dezembro:

  • Controlo de Rotina 1 (conjunto de 3 análises a ser efetuado com maior periodicidade);
  • Controlo de Rotina 2 (conjunto de vários parâmetros, químicos, físicos e microbiológicos que se ajustam tendo em conta a proveniência Subterrânea ou Superficial da água);
  • Controlo de Inspeção (entre outros parâmetros, inclui análises a substâncias tóxicas e indesejáveis tais como os pesticidas de cada zona indicados na Lista do ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos).

De acordo com o anexo II, do Decreto-Lei n.º 306/2007, de 27 de agosto, alterado pelo Decreto-Lei n.º 152/2017, de 7 de dezembro em cada ano civil são efetuados seis Controlos de Rotina 1, dois Controlos de Rotina 2 e um Controlo de Inspeção.

As determinações dos parâmetros correspondentes ao Controlo de Rotina 2 implica, em simultâneo, a determinação dos parâmetros contidos no Controlo de Rotina 1 e, identicamente, o Controlo de Inspeção implica os Controlos de Rotina 1 e 2.

SINAMBI em parceria com laboratórios acreditados, fornece serviços de análise que cobrem as necessidades do controlo de água para consumo humano.

Alguma dúvida, contacte-nos.